8 em cada 10 mortos no Brasil pelo coronavírus têm comorbidades; cardiopatia e diabetes lideram

Entre os mortos confirmados pela Covid-19 e investigados pelo Ministério da Saúde até o momento, 8 em cada 10 apresentavam pelo menos um fator de risco associado, a chamada comorbidade. Entre eles, quase 9 em cada 10 tinham mais de 60 anos.

Quadros de cardiopatia foram a principal condição associada aos óbitos investigados: 57% do total até sexta (3). Em segundo lugar vêm os diabéticos, com 40% do total de mortos, quadros de pneumopatia (16%) e doenças neurológicas (10,5%).

Outras comorbidades, como casos renais, de obesidade e asma, aparecem com prevalência menor no total.

Separando apenas os mortos com menos de 60 anos, diabetes, cardiopatias e obesidade foram as comorbidades mais detectadas.

Comentários