Paciente com Coronavírus deixa hospital sem receber alta em Ponte Serrada

Um homem de 48 anos, que estava internado no Hospital Santa Luzia (Unidade Hospitalar Santo Expedito) em Ponte Serrada, decidiu deixar o local por conta própria sem receber alta durante a madrugada desta quarta-feira, dia 29.

Em contato com o hospital, a reportagem apurou que o paciente estava fazendo uso de oxigênio há cerca de cinco dias. A estimativa era de que a alta seria concedida nesta quinta-feira, dia 30, mas o homem não esperou e abandonou o tratamento.

O fato foi lamentado pela direção da unidade, que embora esteja com o foco centralizado no atendimento de pessoas infectadas pela Covid-19, destacou que não pode obrigar um paciente a ficar internado.

Medidas

A reportagem procurou o Ministério Público da comarca. A promotora Roberta Seitenfuss informou que aguarda detalhes sobre a situação clínica do paciente, com a secretaria e o hospital relatando se é necessária a continuidade do internamento ou o isolamento pode ser domiciliar.

Ela frisa que se o homem descumprir qualquer uma das normas sanitárias, colocando em risco outras pessoas, um procedimento será instaurado pelo Ministério Público para solicitar medidas cautelares. “Por enquanto, o Ministério Público está monitorando essa situação, acompanhando quais as medidas que a Secretaria de Saúde e o hospital vão tomar, e se essas mediadas não forem respeitadas, vai ser ingressado com algum tipo de demanda judicial”, sinalizou a promotora.

Ponte Serrada tem atualmente sete casos confirmados de Covid-19. Após a saída intempestiva do paciente, três ainda permanecem internados ─ um terá alta ainda nesta quarta-feira. O hospital também tem na enfermaria outros dois pacientes com suspeita da doença, que aguardam resultados de exames.

Comentários