Santa Catarina tem homenagem às vítimas do Holocausto após casos de apologia ao nazismo

O Palácio Cruz e Souza, em Florianópolis, foi o local selecionado para receber nesta quarta-feira (29) o evento de homenagem às vítimas do Holocausto em Santa Catarina. O Estado, que nunca tinha tido atos sobre o caso, foi escolhido após os recentes casos de apologia ao nazismo.

Dois sobreviventes ao massacre do Holocausto participaram do ato em homenagem às vítimas. Membros da comunidade judaica e autoridades catarinenses também participaram. No ato, 6 velas foram acesas – uma para cada milhão de vítimas – para lembrar os mortos na tragédia.

A cerimônia em Santa Catarina é uma alusão aos 75 anos da libertação do maior campo de concentração e extermínio nazista, o Auschwitz-Birkenau. O fechamento do local foi realizado em 27 de janeiro de 1945.

Comentários